O prefeito Clayton Machado recebeu, na manhã de quinta-feira, 29/10, o dirigente de ensino da região de Campinas, Antônio Admir Schiavo, que comunicou, oficialmente, que as escolas estaduais Prof. José Leme do Prado e Profª Maria Neiva Abdelmassih Justo não vão fechar. O prefeito Clayton Machado fez intervenções junto ao governo do Estado depois de protestos de alunos das duas escolas e conseguiu reverter a situação.

Apenas a Escola Estadual Prof. Américo Belluomini encerrará atividades. O prédio ficará sob a responsabilidade do município. De acordo com o prefeito Clayton Machado, o prédio será reutilizado para ação educacional que beneficiará a população diretamente.

De acordo com Admir Schiavo, o estudo preliminar do governo estadual aponta que os alunos da Leme do Prado poderiam frequentar a Escola Estadual Cyro de Barros Rezende, porém, o governo do Estado decidiu rever a questão atendendo a um pedido do prefeito Clayton Machado, feito após a mobilização dos alunos. “O governo do Estado foi sensível ao pedido do prefeito e à mobilização dos alunos”, frisou o diretor de ensino da Região de Campinas.

As duas escolas não terão mais aulas noturnas. O ensino médio será ministrado pela manhã e o fundamental à tarde. O diretor disse que a Escola Estadual Antônio Alves Aranha está apta a ser transformada em escola com tempo integral, para melhor formação dos alunos.

A reunião contou com a presença do secretário municipal de Educação, Danilo Sorroce e a diretora de Departamento de Apoio Pedagógico, Andréa dos Reis Ignacio.

Fonte: Prefeitura de Valinhos