A construção do novo Laboratório Municipal de Valinhos começa no dia 1º de agosto. A obra, orçada em R$ 1 milhão, é um passo importante para acabar com a fila de espera para exames médicos na rede municipal de Saúde.

A nova sede resultará em uma economia mensal de pelo menos 20%, segundo cálculos da Secretaria. Atualmente, a demanda por exames é de 25 mil ao mês.

A coordenadora, Vânia Peretti de Albuquerque, explicou que a redução de gastos será possível porque 30% dos exames que hoje são terceirizados poderão ser feitos nas novas instalações, como de imunologia (hepatite, HIV, rubéola, toxoplasmose), hormônio (TSH, T4 Livre – tireoide), e marcadores tumorais (PSA e CEAC – câncer de próstata e outros em geral).

A entrega de resultados também será mais rápida, em cerca de cinco dias, pois toda a produção estará concentrada no próprio Laboratório. Hoje esse prazo chega a até 10 dias.

A coordenadora disse ainda que a nova sede oferecerá condições de realizar exames como dosagem de vitamina B12, ácido fólico e insulina, que hoje não são oferecidos pela Rede Municipal de Saúde.

A Caixa Econômica liberou os recursos para as obras – R$ 1 milhão, com R$ 10 mil de contrapartida. O convênio é com o Ministério da Saúde do Programa de Aperfeiçoamento SUS. A previsão de entrega é de 12 meses.

A Romme Construtora Ltda, de Jundiaí, será a responsável pela obra. A unidade será construída em terreno da municipalidade, com área de 1.772,87 m², localizado na Rua Luiz Bissoto, no bairro Ribeiro.

Segundo a Secretaria de Obras e Serviços Públicos, que ficará responsável pela fiscalização dos trabalhos, o prédio terá 491,90 m², distribuídos em dois pavimentos.

FONTE: PMV