Os motoristas e cobradores da empresa Rápido Luxo Campinas, permissionária de transporte público que atende a cidade de Valinhos, paralisaram as atividades nesta quinta-feira, desde às 14h, em razão do pagamento de vale ainda não efetuado pela empresa aos funcionários neste mês.

Segundo os trabalhadores, com o pagamento depositado aos funcionários ainda hoje, a paralisarão termina por volta das 18h. Caso a empresa mantenha a data de pagamento para a próxima segunda-feira, 26, a previsão é de que a greve se estenderá.

Com a paralisação, os usuários do transporte público de Valinhos estão desde às 14h impossibilitados de utilizar o serviço. Alguns que já estavam na rodoviária aguardam dentro do espaço uma definição sobre a retomada do trabalho. Há pessoas aguardando também do lado de fora, pois não há funcionários na cabine da catraca por onde os usuários acessam o terminal.

Os funcionários da Rápido Luxo Campinas reivindicam também melhorias nas condições dos veículos e melhores condições de segurança para o trabalho. O funcionário, Emerson Ferreira Miranda, motorista da empresa relatou para a nossa equipe que os funcionários não têm segurança na rodoviária de Valinhos.

Segundo ele no último domingo, 18, algumas pessoas invadiram a rodoviária, quebraram a casinha do fiscal, e agrediram três fiscais e dois motoristas. Ainda de acordo com o motorista a violência contra os funcionários é recorrente. Anteriormente já havia sido solicitada a presença de guardas municipais na rodoviária, o que não existe atualmente. Os guardas de transito que estão no local não atuam nesse sentido.