No dia 17 de janeiro, o sinal analógico de televisão será desligado nas regiões de Campinas, Jundiaí e Sorocaba. A programação dos canais abertos será transmitida apenas pelo sinal digital, com imagem e som de cinema.

Para continuar assistindo à programação, todas as residências da região precisam ter uma antena digital e um aparelho de televisão preparado para receber o sinal digital.

As famílias de baixa renda atendidas pelo Governo Federal de Campinas, Jundiaí, Sorocaba e de outras 82 cidades – da região devem verificar se têm direito a receber um dos quase 630 mil kits gratuitos com antena digital, conversor e controle remoto.

A população deve acessar o site sejadigital.com.br/kit ou ligar gratuitamente para o número 147 com o NIS (Número de Identificação Social) em mãos. Se o nome estiver na lista, é só escolher o dia, horário e local para retirar os equipamentos.

Por meio desses canais, a população também poderá tirar dúvidas sobre as mudanças trazidas pela TV digital e sobre como se preparar para receber o novo sinal.

Neste ano, as regiões de São Paulo (39 cidades), Goiânia (29 cidades), Recife (14 cidades), Salvador (20 cidades), Fortaleza (15 cidades), Vitória (7 cidades), Rio de Janeiro (19) e Belo Horizonte (39) já tiveram o sinal analógico desligado.

Em 2016, a mudança já ocorreu na cidade-piloto de Rio Verde (GO), em Brasília e outras 9 cidades do entorno. Durante o processo, a entidade realiza diversas ações com o objetivo orientar, informar e oferecer suporte didático a toda população por meio de campanhas de comunicação e mobilização social.

Com o desligamento do sinal analógico, os moradores dessas cidades passaram a assistir os canais abertos de televisão apenas pelo sinal digital, que transmite a programação gratuitamente com imagem e som de cinema. Às famílias de baixa renda atendidas pelo Governo Federal, a Seja Digital já distribuiu mais de 7 milhões de kits.